Se o chamado jornalismo declaratório já é uma prática questionável, quando se trata da mera reprodução de declarações do presidente Jair Bolsonaro elas frequentemente não têm base na realidade.

No dia 24 de junho, a capa da Agência Brasil ostentou por bastante tempo a manchete: “Presidente: aumento do Auxílio Brasil pode superar efeitos da pandemia”, com a linha fina “Governo estuda passar o auxílio de R$ 400 para R$ 600” (https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2022-06/presidente-aumento-do-auxilio-brasil-pode-superar-efeitos-da-pandemia).

Além do caráter de propaganda eleitoral antecipada, o texto não traz nenhuma explicação sobre que efeitos seriam esses e como o aumento do auxílio pode superar os problemas.

“O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (24) que o aumento dos índices de inflação tem, entre suas causas, problemas decorrentes do isolamento social, medida de combate à pandemia que, segundo ele, acabou por prejudicar a economia do país”, diz o parágrafo de abertura da matéria, destacando que Bolsonaro discursou durante a entrega de moradias populares em João Pessoa (PB).

O texto reproduz outras declarações do presidente, sobre liberdade de expressão nas mídias sociais. Também questionável e também sem contexto.

Esta Ouvidoria Cidadã da EBC lembra que o bom jornalismo exige outras visões sobre a mesma notícia e que, como já fizemos anteriormente, as declarações de Bolsonaro pedem cuidado extra na contextualização e contraponto (https://ouvidoriacidadaebc.org/exclusiva-para-palanque-e-negacionismo/).

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário