A TV Brasil, mais uma vez, foi palco para discursos negacionistas e propagação de mentiras relacionadas à pandemia da Covid-19. Na terça-feira (4), foi transmitida pela emissora uma audiência pública para debater a vacinação de crianças com idade de 5 a 11 anos, já em vigor em diversos países. Foi a única  televisão que transmitiu todo o evento, inclusive interrompendo os jornais da emissora.

A audiência pública, convocada pelo próprio Ministério da Saúde, sequer teve a participação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão que já tinha dado aval para a vacinação infantil. Antes mesmo de ir ao ar, o presidente Jair Bolsonaro, declarado publicamente contrário a vacinação de crianças, anunciou em sua Live semanal, na quinta-feira dia 30, que o circo seria transmitido “na nossa ebc”.

A transmissão teve uma repercussão negativa e gerou péssimos frutos. Vídeos editados da audiência, com as falas negacionistas e antivacina, circulam livremente em grupos de redes sociais, com mensagens pedindo para as pessoas não vacinarem as crianças e trazendo FALSOS alertas. O espetáculo da morte pode provocar sérias consequências para a saúde pública do país, e tudo transmitido por uma emissora pública. Agora, grupos antivacina têm vídeos de lunáticos propagando seus discursos criminosos em uma emissora que eles acham ser oficial do governo.

Mensagem circulando em grupos de What’sApp anuncia mentiras com base em audiência pública transmitida pela TV Brasil

A dimensão do estrago é imensurável, milhares de pais podem deixar de vacinar suas crianças por causa desse discurso. Não foi pra isso que a EBC foi criada! O papel da Comunicação Pública não é esse. A Lei determina que a EBC deve incentivar a consciência crítica do cidadão, mediante programação educativa, artística, cultural, informativa, científica e promotora de cidadania.

O que vem acontecendo no jornalismo e na programação da EBC é um crime contra a sociedade e a saúde pública! Não existem “dois lados da notícia” para fakenews, principalmente quando se trata de saúde pública. Nosso lado é o lado da ciência. É preciso continuar lutando para fazer um jornalismo de qualidade nesta empresa.

A EBC tem que respeitar sua missão e a sociedade brasileira!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário